quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Ciclo Menstrual e Ovariano

Para vivenciar os Ciclos é essencial que o conheçamos biologicamente, quimicamente, isso é parte do processo de reconexão com o Sagrado que reside em nós.
Abaixo um excelente texto para explicar melhor o que acontece dentro de nós mulheres todos os meses. 

"O ciclo menstrual é determinado por dois ciclos: o ciclo OVARIANO e o ciclo MENSTRUAL.
O típico ciclo menstrual mensal é influenciado pela maturação do folículo, pela ovulação e formação do corpo lúteo, sendo finalizado pelo sangramento menstrual. As mudanças ocorridas no útero dependem das mudanças ocorridas simultaneamente, nos ovários. O ciclo menstrual divide-se em três fases: menstrual, proliferativa e secretora;
Já o ciclo ovariano tem duas fases: a fase pré-ovulatória ou folicular e a fase pós-ovulatória ou lútea; Durante a fase folicular (1°ao14°dia – em um ciclo de 28 dias) ocorre o desenvolvimento do folículo ovariano. Dos 400.000 folículos primários presentes nos ovários desde o nascimento, na puberdade começam a amadurecer mensalmente e, somente de 300 a 400 deles irão desenvolver-se plenamente durante o período reprodutivo da mulher.
O desenvolvimento do folículo é influenciado pelo Hormônio Folículo-estimulante (FSH), produzido pela hipófise anterior ou adeno-hipófise, cuja função é transformar o folículo primário em Folículo de Graaf e estimulá-lo a produzir estrógeno, que por sua vez estimula o espessamento do endométrio, fluidifica o muco cervical, alcaliniza o pH vaginal e estimula o peristaltismo das tubas uterinas. Os altos níveis de estrógeno produzido pelo Folículo de Graaf estimula a liberação do Hormônio Luteinizante (LH) pela hipófise anterior. O LH rompe a parede do folículo e libera o óvulo, ocorrendo a ovulação, aí começa a fase pós-ovulatória ou lútea.
A ovulação, normalmente, ocorre 14 dias do primeiro dia do fluxo menstrual, assim em um ciclo de 28 dias, ocorreu no 14º dia do ciclo, e num ciclo de 30 dias ocorreu no 16º dia do ciclo.
A fase lútea inicia-se logo após a ovulação, do 15° ao 28° dia em um ciclo menstrual de 28 dias. Depois da ruptura do folículo de Graaf e da liberação do óvulo, as células do folículo vazio aumentam e transformam-se no corpo lúteo ou corpo amarelo. Influenciado pelo LH, o corpo lúteo começa a produzir quantidades maiores de estrógeno e de progesterona.
Se a fertilização do óvulo acontecer o corpo lúteo se mantém por 3 meses produzindo estrógeno e progesterona. Se não ocorrer, os níveis de LH diminuem, levando a degeneração do corpo lúteo. Sem a influência do LH o corpo lúteo transforma-se em cicatriz na superfície do ovário, denominado corpo albicans.
Não ocorrendo fecundação, o corpo lúteo regride, resultando na queda dos níveis de estrógeno e progesterona. Ocorre a ruptura dos vasos sanguíneos e a constrição de artérias, causando uma deficiência no suprimento sanguíneo na região. Formam-se pequenos coágulos de sangue que rompem a superfície do endométrio iniciando uma nova fase menstrual.
RESUMINDO: A partir da puberdade, uma glândula hipófise, secreta o hormônio folículo estimulante FSH, que prepara alguns folículos (oócitos primários) para o amadurecimento (oócito secundário – óvulo), até que haja seu desprendimento do ovário - ovulação. Os folículos em amadurecimento estimulam a produção de outro hormônio chamado estrogênio, que ativa o desenvolvimento de uma camada espessa do útero (endométrio), no ciclo menstrual. Depois de duas semanas, a hipófise secreta o hormônio luteinizante, fazendo que o óvulo mais maduro se desprenda do folículo. No ovário fica uma “cicatriz” chamada de corpo lúteo. O corpo lúteo começa a produzir progesterona e estrogênio. Ambos os hormônios garantem o crescimento da camada espessa no útero para alimentar o embrião, que caso não exista, é expelida em forma de menstruação. No período ovulatório o muco cervical fica mais abundante, alcalino e fluido à medida que o nível de estrógeno aumenta, é quando pode aparecer uma secreção vaginal transparente, na forma de corrimento isolado, porém sem cheiro e com a consistência de “clara de ovo”. Este é o período fértil. Durante a fase secretora (15°ao28°dia – do ciclo menstrual), o estrógeno é secretado, mas a fase é dominada pela secreção de progesterona que finaliza o espessamento do endométrio e inibe as contrações uterinas. As glândulas endometriais secretam glicogênio a espera do ovo fertilizado (para que possa nutrir o futuro embrião). Quando não ocorre a fecundação a superfície do endométrio se rompe em pequenos coágulos iniciando uma nova fase menstrual."



*Para entender melhor a dança hormonal leia "A Inteligência Hormonal da Mulher" do Dr. Eliezer Berestein.

Bênçãos.

Fonte: Resumo de Diversos Documentos do Acervo Pessoal.

Um comentário:

  1. Gostei do seu texto. Muitas mulheres não entendem direito como funciona o próprio corpo, as várias ações que ocorrem no corpo durante o ciclo menstrual, como isso afeta as emoções e tudo mais. Levar informação a essas pessoas, torna-las capaz de se conectar consigo mesmas em um nível mais profundo. Fazemos serviço semelhante em meu site. Parabéns pela iniciativa.

    ResponderExcluir